ROTARY A SERVIÇO DA HUMANIDADE É O LEMA DO RI PARA 2016-17 - Rotary
361
post-template-default,single,single-post,postid-361,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-9.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

ROTARY A SERVIÇO DA HUMANIDADE É O LEMA DO RI PARA 2016-17

ROTARY A SERVIÇO DA HUMANIDADE É O LEMA DO RI PARA 2016-17

23 de janeiro de 2016 15h10

O fundador do Rotary, Paul Harris, acreditava que “servir a humanidade era a coisa mais importante que uma pessoa pode fazer”, disse John Germ, e “ser parte do Rotary nos dá a oportunidade para que isso aconteça”.

Germ revelou o Lema de 2016-17, Rotary a Serviço da Humanidade, para os governadores eleitos, no dia 18 de janeiro, durante a Assembleia Internacional em San Diego, EUA.

“Eu acredito que todo mundo reconhece o Rotary pelo que ele realmente é: uma oportunidade única de mudar o mundo para melhor, para sempre, através do serviço à humanidade”, disse Germ.

Os rotarianos do mundo todo estão servindo a humanidade fornecendo água limpa para comunidades subdesenvolvidas, promovendo a paz em áreas de conflito e fortalecendo as comunidades através da educação básica e alfabetização. Porém, nossa maior prioridade é a erradicação mundial da poliomielite.

Após um ano histórico em que a transmissão do vírus selvagem da pólio foi interrompida na Nigéria e em toda a África, estamos mais perto do que nunca de erradicar esta doença, enfatizou ele.

“Estamos em uma encruzilhada, olhando para um ano que poderá ser conhecido como o maior da história do Rotary. O ano em que o mundo verá o último caso de pólio”, disse ele.

A paralisia infantil é endêmica em apenas dois países: Afeganistão e Paquistão. A pólio será a segunda doença humana a ser erradicada.

“Quando esse momento chegar, é extremamente importante que a nossa organização esteja pronta. Precisamos ter certeza de que seremos reconhecidos por nosso sucesso, e usar isso para conseguir mais parceiros, crescer nosso quadro associativo e implementar ações mais ambiciosas nas próximas décadas.”

Germ, do Rotary Club de Chattanooga, EUA, incentivou os presentes a divulgar o papel do Rotary na luta por um mundo sem pólio.

“Quem quer fazer o bem sabe que o Rotary é um instrumento capaz de mudar o mundo. Todo Rotary Club deve estar preparado para oferecer esta oportunidade”, enfatizou Germ.

Projetar a imagem pública do Rotary não é a única maneira de aumentarmos o nosso quadro associativo. “Precisamos de clubes flexíveis para que nosso serviço seja mais atraente para os associados jovens, aposentados e pessoas que ainda estão na ativa.”

Germ acrescentou: “Precisamos de mãos dispostas, compaixão e mentes brilhantes para irmos muito mais além no nosso trabalho”.


Baixe o de 2016-17
Siga a Assembleia no  e  usando a hashtag #IA16
Baixe os 

Rotary News

18-Jan-2016


Cadastre-se para receber nossas novidades